Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

 
Cotidiano

Que nosso amor se reinvente no cotidiano...

Plante girassóis na chuva,

Geleia no café,

Bilhetes no travesseiro,

Arco-íris nos dias nublados,

Roupas coloridas no armário,

Açúcar no desassossego...

Que possamos ter olhos

De primeira vez

Através dos olhos de nossos filhos,

Que os terremotos retornem

Ao nosso cotidiano e as viagens

Ultrapassem Marte...

Meu amor...que você volte

A sonhar comigo...


(Teresa Gouvea)




Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR