Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

 
Silêncio e Pausa

Tenho pensado sobre o silêncio e sua ausência em nossas vidas...

Falar é bom, e necessário...

mas, acredito que as angústias brotem desse vazio, 

desse lugar que não ocupamos,

e não deixamos que o outro ocupe...

talvez estejam aí as dores não assimiladas,

os lutos não elaborados,

Talvez nos falte essa permissão...

nos escutarmos um pouco mais

entrar em contato com nosso riso, 

nossas lágrimas, nossas presenças, ausências

e todos as mortes que povoaram nossas vidas...

Pausa, talvez falte isso, pausa e sentido,

escondidos no silêncio ausente...


(Teresa Gouvea)



02/11/2013 | 00:52 esther Excelente artigo,colocações coesas e bastante maduras !!!

Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR