Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

 
Sobre cicatrizes

Havia um acordo...

você nasceria, daria os primeiros passos,

as primeiras palavras...

cresceria,

viriam os namoros, os amigos,

traria para as nossas vidas

outras vidas,

falaria dos seus medos, 

das suas dores, das suas alegrias...

Sairia de casa para viver seus sonhos,

estudar, trabalhar, 

talvez viessem filhos, netos....

a ordem foi invertida...

o acordo foi rompido...

você parte antes e

leva junto as possibilidades

não cumpridas,

os sonhos não concretizados...

leva junto o

futuro que havíamos combinado...

fica por aqui nossa história 

e essa certeza de que 

há cicatrizes que se tornam partes de nós...

quem somos tem um outro significado

a partir delas... 

(Teresa Gouvea)



11/11/2013 | 23:39 Teresa Gouvea Homenagem Adnia, que na unicidade de ser me de Anne, sabe dizer sobre essa dor...

Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR