Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

 
Sobre delicadezas

Sobre delicadezas


Delicadeza...esse jeito do amor

Falar quando não cabem palavras,

Esse abraço, essa mão que se estende,

Essa sensação de lugar no mundo...

Delicadeza, esse espaço

Que deixa a nossa saudade tolerável,

Que faz os nossos olhos se abrirem

Quando querem dormir...

Delicadeza, quando não há o que dizer,

Fases da nossa vida em que

Silenciar é o verbo mais coerente,

Como se estivéssemos em conversas intermináveis

Com a vida, o céu, as estrelas...

Delicadeza, um lugar para o cansaço do

Que não se desfaz,

Para o cochilo da dor...

(Teresa Gouvea)

 




Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR