Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

 
Sobre Nosso Jeito de Amar

Esse nosso mundo padronizado...

Repleto de uniformes invisíveis..

Nos dizem o que comer, como dormir,

que roupas usar e até, pasmem, como vivenciar nosso luto...

Nossa, mas já faz tanto tempo! Você tem que superar!

Vínculos fortes, vínculos de amor,

Nossas mãos se estendendo sem contato físico,

Nossos olhos procurando uma imagem ausente,

Nossos ouvidos sem a voz tão familiar...

Um amor deixa de estar em nossa vida e nos

dizem que deve ser tratado como algo a superar,

como se fosse um obstáculo a ser transposto...

Amor pede ressignificação,um outro jeito de amar,

Amor pede memória...amor não deve ser “superado”...

(Teresa Gouvea) 



06/06/2016 | 17:33 Elba Lucia Novello Não quero superar ! Quero manter intacto o meu amor ! Ouço sua voz , procuro por você !
28/05/2016 | 17:12 Luisa Concordo!

Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR