Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

 
Sobre Tempo Para...

O silêncio fala das ausências,

As ausências falam do tempo,

O tempo fala do amor,

O amor fala da falta e da presença,

A presença pede olhos, ouvidos, abraços,

A falta pede recolhimento, memória, coração,

Presença e falta pedem dias, horas e minutos,

Presença e falta pedem um lugar para sentar,

conversar, dormir...e depois, só depois, acordar...

(Teresa Gouvea)



17/08/2016 | 17:15 eduardo Santos Pedri minha mãe a exatamente quatro mês a completar hoje .O que mais dói é aprender a conviver com a ausência . dói muito . mas temos que seguir.
28/05/2016 | 16:59 Luisa Que lindo !!! É como me sinto...
06/05/2016 | 09:40 josy Ai o tempo
18/03/2016 | 19:13 sonia regina silva rocha maravilhoso! presença e ausencia..
24/02/2016 | 15:43 ana tiné Maravilhoso! Presença e falta pedem um lugar para sentar....
30/09/2015 | 19:48 irlanda leio tereza e me inspiro cada vez mais a viver os nossos pequenos instantes do dia-a-dia. lindo ser chamado Tereza
26/09/2015 | 21:15 Vênus Mendes Palavras que aliviam nossa solidão, parece o vento no rosto quando estamos cansados.Adorei conhecer esta página. Parabéns, atinge com suavidade o coração de todos que por aqui passam.
30/08/2014 | 21:02 Celma Cara Teresa, adorei este "poema", gostaria saber de você se eu poderia publica-lo no jornal local da minha cidade, pois queria poder usa-lo como homenagem a 1 ano de falecimento do meu único filho de 20 anos. Aguardo ansiosa por uma resposta. Abraços, Celma

Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR