Arrumo lugares no meu coração, carrego você na alma, te falo silenciosamente  sobre as canções que não teve tempo de ouvir, os livros que não leu, as ruas que não viram seus pés, partilho a vida nessa comunhão silenciosa, te levando para os lugares onde vou, carregando você no coração,meu jeito de ajeitar a vida...

 (Teresa Gouvêa)

A Maior das Perdas
 
 
Ione Maria Ramos de Paiva (Luto)
 
 

(Sinopse) Este livro trata dos questionamentos de uma mãe que perdeu seu filho único, em trágico acidente. Seu intuito com a apresentação desta obra, além de uma catarse, é ajudar outros pais que, como Ione, já sofreram a perda de seus filhos.
Livre pensadora, a autora passa a questionar tudo o que aprendeu e, ao mesmo tempo, procura consolo em diversas áreas – da astrologia à meditação, passando pelo Espiritismo e pelas lições de Kardec. Pede provas da continuidade da vida do filho, até que elas começam a aparecer. O livro não trata abertamente da doutrina espírita e, justamente por não ser doutrinário, sua leitura se torna interessante.
A obra, resumidamente, é o relato de uma intelectual, que já buscou diversas crenças espirituais e não encontrou nada que a consolasse, exceto a elucidação oferecida pela tão esperada prova da continuidade da vida após a morte.
(Anita di Marco) 

 
Site desenvolvido por BRIFA.COM.BR