Meu amor, você está em nosso filho e na saudade…

850

Mai tinha um amor que a aguardava. Conheceu Samuel aos quatorze anos, entre idas e vindas terminaram. O reencontro, o amor, a gravidez, o filho. O COVID , a espera do milagre, a oração, o corpo que conta da despedida que se aproxima, “senti muita dor no corpo e uma fraqueza gigante acompanhada de uma sonolência, então eu falei a mim mesma ele partiu.” Os dias que seguem, as continuidades, o amor pelo filho, a saudade e a certeza que nunca será esquecido. Assim é, assim será, assim merece ser…

3

“Ele havia feito traqueostomia e estava com a sedação mais branda. Conseguiu abrir os olhos, eu disse o quando o amava.”

Conheci Samuel com 14 anos, entre idas e vindas, namoramos mais de um ano e meio, nos separamos perto dos meus 16 anos. Tivemos outros relacionamentos, mas, em 2017, nos demos uma nova chance, nos reencontramos e foi o melhor dia da minha vida aquele encontro.

Em 2018 fomos morar juntos, eu engravidei e nos casamos. Ele vivia para nós, só saíamos juntos, caminhávamos, montamos o quarto do nosso filho, tudo era juntos. Só nos separávamos para trabalhar, ele sempre foi trabalhador, esforçado e inteligente, um coração gigante e cheio de amor e bondade!!

Nos anos em que ficamos separados, sempre que nos encontrávamos, meu coração acelerava e minha boca ficava secava. Nosso sonho era termos um filho homem, sonho concretizado quando reatamos. Meu marido foi o amor que deu certo, meu amor eterno.
Samuel tinha uma voz doce, calma, se encaixava em minha intensidade. Sempre foi nosso provedor, protetor e porto seguro, nosso amor, muito amigo, responsável e chato de tão organizado!!

Ano passado, durante a segunda onda do COVID, meu amor foi contaminado.

5

“Coloquei áudios do sorriso do Heitor e dos seus familiares. Nesse mesmo dia ele entrou em choque séptico e foi colocado em coma induzido.”

No dia 25/03/21 fui chamada ao hospital para vê-lo. Eu acreditava no milagre, orava por isso. Ele havia feito traqueostomia e estava com a sedação mais branda. Conseguiu abrir os olhos, eu disse o quando o amava. Coloquei áudios do sorriso do Heitor e dos seus familiares. Nesse mesmo dia ele entrou em choque séptico e foi colocado em coma induzido.

No dia 26, após passar a madrugada inteira do lado de fora do hospital, voltei durante o dia. Antes de entrar a psicóloga me disse que não sabia a minha religião, mas que ele ainda não havia partido por mim. Eu sabia que em parte aquilo era verdade, mas não era só Muca que precisava que eu deixasse que ele fosse embora, Deus também precisava ouvir isso de mim.

Orei no chão daquela UTI, foi a oração mais difícil da minha vida, eu disse “Deus eu creio no milagre, eu amo meu marido e quero ele comigo, mas se o Senhor quer levá-lo para ser seu e se ele estiver a salvo, pode levá-lo, mas leva ele hoje”. Fiz um louvor e me debrucei sobre ele, dizendo o quanto o amava. Fiz muitos carinhos, peguei em seu queixo furado e seus cabelos pretos e grossos e disse: “amor, estou aqui, eu te amo, nunca vou te esquecer! Pede a Deus para ficar comigo, eu te amarei eternamente! Essas palavras demoraram para sair, foi tudo muito doloroso.

2

“Minha irmã me chamou para orar por ele, orei, foi a oração mais difícil da minha vida. Foi como se todas as minhas forças saíssem de mim naquele momento.”

Em 26/03/21, após lutar bravamente, ele partiu. Lembro da sua partida. Ele partiu às 23h55, do dia 26/03/21. Sem que ninguém me falasse, senti muita dor no corpo e uma fraqueza gigante acompanhada de uma sonolência, então eu falei a mim mesma ele partiu. E dormi nessa hora!

Minha irmã me chamou para orar por ele, orei, foi a oração mais difícil da minha vida. Foi como se todas as minhas forças saíssem de mim naquele momento. Na madrugada do dia 27 o celular tocou… ele tinha ido morar com Deus. Samuel me ensinou tudo, menos a viver sem ele.

4

“Ele está aqui, mesmo sem estar, em tudo. Está em mim, em nosso filho, está na saudade!! Ainda não consigo lidar com essa partida.”

Ele está aqui, mesmo sem estar, em tudo. Está em mim, em nosso filho, está na saudade!! Ainda não consigo lidar com essa partida, desde o dia que ele se foi que eu faço tratamento para depressão e nosso filho está em acompanhamento, mas sei que ele está feliz!! Hoje, dia 26/03, faz um ano que o amor da minha vida partiu. Minha alma gêmea, o menino das máquinas pesadas, os olhos mais lindos que já vi!! O sorriso mais doce voou para longe de nós e para perto de Deus!!

Samuel Moraes de Jesus nunca será um número, nunca será esquecido!! Ele continua aqui, em nossas memórias e aprendizados, que ele ensinou a muitos, mesmo sendo tão jovem!
Esse amor é eterno!!!

Nossa saudade eterna, a minha saudade diária!!! O céu é logo ali e espero por esse reencontro todos os dias!!!

(Autoria: Mai Moraes Veloso)

@maivelosomoraes

@lacoselutos_

Sem comentários

Deixe um comentário