De vez em quando tudo muda…

1165

18489795_1349164085172231_7586754119140198999_o

(Autora: Raissa Falcade)

Raissa amava Wellintom, Raissa ama Wellintom, fizeram uma lista do que viveram e do que viveriam, 2019 não trouxe o casamento sonhado… a travessia do luto trouxe outros lugares para seu amor, “de vez em quando tudo desmorona, de vez em quando viver me assusta”, trouxe outras verdades, “de vez em quando preciso lembrar quem realmente sou, de vez em quando preciso me permitir viver”. E agora? quando de repente tudo ficou de cabeça para baixo, lindamente, Raissa conta sobre esse processo de estabelecer outra conexão com o amor quando o mundo vira de cabeça para baixo, o livro é lindo, fala de dor e amor, fala de um caminho estreito, que traz medo mas, também, traz esperança…
“Quando te conheci fiz uma lista de vários lugares que iríamos juntos e nós fomos, não em todos, mas cada um teve o seu gostinho especial…quem diria eu fazer umas coisas doidas?! Só poderia ser ao seu lado mesmo!! Claro, essa última viagem para Campos, comemoração de 3 anos de namoro, com certeza vai ser uma das mais lembradas, por nós dois, e o que mais me impressiona é lembrar do último lugar que fomos, Aparecida do Norte. Pedimos pra nossa Senhora nos abençoar, e com certeza fomos abençoados!!! Fazíamos planos e tudo. Qual a nossa meta mesmo? Casarmos em 2019.
Como sempre muito ansiosa, já fui ver tudo né?! Pensávamos na casa, até no vestido de noiva eu já estava de olho, né?! Você sabia, mas nisso não podia me ajudar. E a nossa princesa, como se chamaria? Ainda não tínhamos escolhido o nome, mas você acreditava que seria uma menina, com os meus olhos (porque você os amava) e com os seus cílios (porque eram enormes) e claro, com o seu sorriso. Mas aí eu já falava; não! vamos ter dois; pra não ficar mimado como você!!
E a última briga boba, sabe o que foi? Você me mandou um vídeo, falando de aproveitar a vida e disse que eu não aproveitava, mas que você sempre aproveitou. Ah fiquei triste né? Como não? Disse que eu aproveitava do meu modo, mas será que eu estava certa?! você voltou atrás, mas fiquei pensando nisso…Você já sabia né?!
Na noite do aniversário já estávamos diferentes um com o outro, nem sei como explicar, parece que mais distantes, ou sei lá, teve pressentimento; não é? Estava se sentindo mal, porque já sabia o que ia acontecer? Disse que eu estava linda!!! Me olhou de um jeito tão lindo e me perguntou se eu estava triste ou cansada, falei que não, não estava! Foi um meio dele me falar pra eu ficar bem!! Já estava certo de que ele ia andar de moto e dessa vez eu não ia junto, ele não queria e eu também não. Já sabíamos? Não sei!
Não quis dormir em casa como de costume, pois ia sair muito cedo no outro dia. Já tínhamos combinado tudo, ele ia pra Minas de moto, voltava ia pra festa da uva de Louveira (onde foi o primeiro encontro), depois ele ia dormir aqui, porque na segunda era folga dele, ele ia fazer um macarrão pra gente comer…ele estava treinando pra casar já! Nossa despedida? Não foi uma despedida, ele estava meio triste e eu também. Por que? Não sei. Demos vários beijinhos, ele disse: Te amo, e eu o respondi: Também te amo, ele disse: Eu sei!! Aí ele se foi…falei pra ele mandar mensagem quando chegasse assim como ele fazia toda vez; ao chegar em casa Ele me mandou, e como sempre também nos pedimos desculpas um ao outro. Por que? Não sei. Nos despedimos como todos os outros dias: Fica com Deus, se cuida!! Te amo “sz” e até amanhã.
Acordei cedo e logo achei estranho, todo dia de manhã ele me mandava o seu lindo: Bom dia “sz”, e nessa manhã isso não aconteceu?!! Por que? Não sei!! Recebi a notícia e não quis acreditar, aliás ainda não acredito no que aconteceu. Foi difícil, está sendo difícil e vai ser difícil…
O que me conforta é Deus, Ele, e meus familiares (a minha família e a dele também) e todos que o conheciam, e não eram poucos não!! O que ele queria?? Que todos lembrasse do seu grande sorriso nesse momento!!!”
“Ninguém disse que era fácil, mas ninguém jamais falou que seria tão difícil assim…”
Hoje completa 1 ano em que você se foi… 365 dias em que acordo e não tenho o seu bom dia “sz” e que vou dormir sem o seu boa noite amor, fica com Deus. Em uma noite eu deito para dormir e quando acordo minha vida mudou completamente, simplesmente as metas, objetivos e sonhos acabaram, meu mundo acabou… Não perdi só o meu namorado, futuro marido, mas sim o meu melhor amigo, minha base, companheiro, meu porto seguro, perdi quem me permitiu viver e conhecer um outro mundo… E agora? Não sei como, mas estou sobrevivendo…
Durante esse ano não teve um dia sequer que não pensei nele, talvez tenha revivido a nossa história por mais de 500 vezes, e quer saber? É a melhor história de todos os tempos… Mesmo sabendo o fim, eu escolheria viver exatamente tudo de novo. É lógico que depois de todas as lembranças, o nó na garganta aparece, o coração aperta e as lágrimas voltam a cair (estou acostumando com isso), tudo isso é inevitável ainda…
Nesses 365 dias surgiram milhares de pensamentos e sentimentos como uma avalanche, milhões de perguntas e reflexões sem respostas, não tinha a mínima ideia de quantas coisas viram com o luto… Durante esses dias escutei muitas coisas de pessoas que não pararam pra pensar no que estavam falando, mas, por outro lado, pessoas que eu nem conhecia ou tinha pouco contato foram fundamentais para eu seguir…Deus, minha família e meu trabalho foram e são essenciais para mim, é claro que ainda tenho muita dificuldade em muitas coisas, talvez a palavra que me define hoje é Medo, do que? Simplesmente de tudo…
Logo eu, que sempre fui muito organizada, me encontro completamente bagunçada e perdida (isso me assusta muito). Estou vendo que o tempo realmente é algo muito importante, não que as coisas vão melhorar, ou mudar, mas que a gente aprende a lidar com tudo o que aparece no nosso caminho, pois, a vida é imprevisível.
Sempre achei que eu já tinha aprendido muita coisa dessa vida… acreditava que eu poderia ter o controle da maioria das coisas, mas de repente a vida me mostrou que não é assim que funciona, e que, na verdade não sei exatamente nada.
E os sentimentos?! Descobri que eles simplesmente surgem do nada, às vezes vêm devagar, em outras, como um tornado, às vezes bons, outros, nem tanto, mas, podemos conviver com isso também…Sempre fui muito intensa, 8 ou 80, mas porque não ficar triste e feliz ao mesmo tempo? Sim, isso pode acontecer!!!
E, finalmente, que algumas pessoas entram na nossa vida para mudar a nossa história!! A saudade, as lembranças, os momentos jamais serão esquecidos, o meu Amor pra sempre estará em mim, comigo!!! Afinal sou a junção Raissa e Wellintom, tudo o que sou hoje é por conta dele. Ainda me pergunto: E agora, o que eu faço?! A única coisa que vem na minha mente é ele dizendo: Apenas viva por nós!! Eu “tô” aqui!! Te amo “sz”.
Sinto a sua falta todos os dias sz, mesmo longe seremos eu e você!! Amor além da vida!! Pra sempre vou te amar! (Raissa 28/maio/2018)

Para comprar o livro:

raissafal@hotmail.com

(11) 9 64107278e-agora

Sem comentários

Deixe um comentário