Oração de Paz

203

(Teresa Gouvea)
Senhor, que o desconforto seja um lugar de coragem,
desses que me dão pés pra despertar,
estender os lençóis, sentir o cheiro do café,
regar as plantas que me olham de um
jeito estranho quando sumo,
fazer turismo nos livros e filmes que falam de dor e amor,
passar horas com aquela senhora solitária da rua de cima,
Senhor, que os lugares vazios me contem histórias,
tantas, que eu nunca me perca de ser um pouco quem fui,
e as lágrimas sejam parceiras das fotografias que me povoaram,
como aquelas amigas que se visitam ocasionalmente,
choram e riem,
Senhor, que eu seja generosa com a minha estadia por aqui,
faça as pazes com a chuva e o sol, a claridade e a noite,
abra as cortinas do meu quarto
e não me esqueça de respirar a vida,
esse lugar, povoado de tanta gente que chega e vai embora,
abraçada com a gratidão eu tenha paz pra fechar os olhos,
e num final de tarde qualquer, enamorada do entardecer,
aguardando as estrelas que beijam a noite,
consiga fazer uma oração que dispense palavras..

7834

Sem comentários

Deixe um comentário