Para Onde Vamos Quando Desaparecemos?

267

(Isabel Minhos Martins; Madalena Matoso)

Sinopse: Já parou para pensar aonde vão as meias sem par? A areia da praia levada pelo vento? E o barulho, quando tudo fica em silêncio? Esses são alguns dos mistérios que a vida distribui aos montes, e a verdade é que a algumas perguntas nem mesmo os adultos conseguem responder com certeza.

A mais difícil talvez seja esta: para onde vão as coisas, e as pessoas, quando não estão mais aqui? Cada um tem uma resposta diferente, mas, já que ninguém sabe ao certo qual é a certa, podemos dar asas à imaginação e inventar mil e uma possibilidades! Colorido e poético, Para onde vamos quando desaparecemos? trata os temas da morte e da perda com analogias leves e sensíveis. Mostra, assim, que a ausência de respostas definitivas, em vez de angustiante, pode ser a oportunidade certa para que a imaginação ganhe asas e explore inúmeras possibilidades.

Sem comentários

Deixe um comentário