Que alguém maior olhe por nós, independente da crença,

Alguém maior traga de volta o sentido, traga de volta quem somos…

Acalme essa pergunta sempre repetida – Por que? Por que comigo?

Talvez algumas respostas não estejam no céu ou no universo…

mas, sim, na própria vida, no adoecimento,

na imprudência, no envelhecimento,

em tantas coisas que nos cercam…

E qual o sentido de alguém maior nesse caminho?

Cuidar da nossa dor, segurar em nossas mãos,

cuidar do nosso sono, do levantar lento e sofrido,

da consciência da vida passando,

da nossa mortalidade, dessa passagem por aqui,

tão transitória, tão certa…

Cuidar para que a vida siga, porque continuamos nessa estrada,

Cuidar para que o coração encontre espaço para brotar flores…

Assim seja…

(Teresa Gouvea)

Compartilhe
AnteriorO amor acaba
PróximoAo entardecer

Sem comentários

Deixe um comentário