Filho, com você aprendi o amor mais sincero e puro

1554

Allan, um amor puro, verdadeiro, sincero, sem interesses. Celeste, mãe aos dezesseis anos. Celeste e essa parceria que nasce com o filho, inseparáveis. A fé como caminho para lidar com a saudade, “aceito, apesar de não entender”. Saudade imensa, saudade do filho e de quem ela era ao lado dele. O amor pelo doce e inesquecível Alann, eterno. Assim é, assim deve ser, assim merece ser, para sempre.

337868258_790871682738181_7866885267291622693_n

“Meu filho e ensinou o que é o verdadeiro amor, puro, sincero, sem interesse. Teve COVID, nunca pensei que aconteceria, tínhamos todo o cuidado.”

“Meu nome é Celeste, sou mãe do Alann, que foi morar com Deus em 10/07/21, aos 29 anos, o pior dia da minha vida.

Alann era um rapaz muito inteligente, Síndrome de Dow, tive ele aos dezesseis anos. Me ensinou o que é o verdadeiro amor, puro, sincero, sem interesse. Éramos mais que mãe e filho, éramos amigos inseparáveis, confidentes.

Meu filho teve COVID, nunca pensei que aconteceria, tínhamos todo o cuidado, moramos em Tutóia Velha, povoado de Tutóia MA.

337854950_1668573920262081_2828428517493134218_n

“Tinha um pressentimento ruim, uma angústia, sonhava, mas não imaginava que era meu menino que ia me deixar.”

Nós o levamos para São Luís, num dos melhores hospitais, mas nada poderia mudar o que Deus já havia decidido que era recolher meu menino. Orei muito. Os médicos fizeram de tudo. Permaneci sempre ao lado dele. Após sua intubação ia vê-lo todos os dias. Apresentou melhoras e, após quatorze foi extubado, estava muito bem, fiquei tão feliz, mas após dois dias apareceu uma secreção e uma pneumonia, quanto mais eles tiravam a secreção mais ela se mantinha. Intubaram novamente. A saturação dele baixou muito e, no mesmo dia, ele foi para o céu.

Meu filho me dizia que ia morrer, que não voltaria para casa. Sinto que Deus já estava me preparando há algum tempo, mas eu não percebi. Tinha um pressentimento ruim, uma angústia, sonhava, mas não imaginava que era meu menino que ia me deixar. Mesmo antes de adoecer sentia Alann muito estranho, pensativo.

337868066_1389856111780599_388350641797326871_n

“E aqui estou eu, tentando viver essa vida estranha, com muitas saudades da nossa vida juntos. Fomos imensamente felizes.”

Deus já me preparava, hoje eu sei que Ele cuidou de tudo e ainda cuida de mim, se não fosse esse sustento eu não suportaria passar por essa dor, que é a maior do mundo, sepultar um filho.

E aqui estou eu, tentando viver essa vida estranha, com muitas saudades da nossa vida juntos. Fomos imensamente felizes. Alann teve uma vida maravilhosa, foi muito amado, era o orgulho da minha vida. Ter um filho Síndrome de Down é um problema para muitos, mas, para mim, foi um privilégio ser mãe desse menino lindo, sentir esse amor verdadeiro e puro.

337871421_551406223514869_545913265025801228_n

“Não tenho desespero, só saudade, muita, mas confio que a vontade de Deus é sempre boa. Aceito, apesar de não entender.”

Eu sinto uma paz que só Deus pode me dar. Não tenho desespero, só saudade, muita, mas confio que a vontade de Deus é sempre boa, perfeita e agradável. Aceito, apesar de não entender. Meu filho foi antes de mim ao encontro do Rei, mas creio que um dia nos reencontraremos e juntos adoraremos o nosso Salvador Jesus Cristo

Alann veio com um propósito e está se cumprindo a cada dia, seu amor curou muitas vidas. Ele está desfrutando dos prazeres Celestiais, daquilo que a mente humana não pode calcular, daquilo que o olho não pode ver, ouvindo coisas que jamais humanos poderão ouvir e compreender.

Ele está na Glória de Deus, ao lado do nosso Salvador Jesus Cristo. A Ele toda honra, toda Glória. Ele me deu, Ele levou. Amo, para sempre, meu doce e inesquecível Alann.

(Autoria: Celeste Maria Galeno de C. Silva)

@celestemariagaleno
@lacoselutos_

1 comentários

  1. Tamires Araújo

    Emocionada com com seu relato Celeste, lendo e as lágrimas descendo. Nosso eterno Alan. Permanecerá para sempre vivo em nossas lembranças e em nossos corações.

Deixe um comentário