Meu amor, há solidões que precisamos suportar…

1829

Matheus e Mariana e o amor esperando caminhos futuros. Os sonhos possíveis, simples e grandiosos, para hoje. A despedida. A gratidão e o desejo de felicidade. Mariana e o luto. Decisões, mudanças, solidão, lágrimas. Mariana e os recomeços que florescem em meio aos livros, uma das heranças sagradas desse amor,  que florescem carregando dentro de si todo o amor oferecido por Matheus. Ele fica, para sempre. Assim é, assim deve ser, assim merece ser, para sempre.

fb_img_1631191875231

“Os últimos anos de vida foram marcados por muitas idas e vindas ao hospital. Era uma corrida contra o tempo.”

“Matheus e eu fomos noivos, nos relacionamos por cerca de seis anos.

Matheus possuía uma cardiopatia congênita e desde novo teve acompanhamento médico. O problema trazia algumas limitações, mas, de forma geral, ele conseguia levar uma vida normal.

No ano de 2018 começaram os primeiros sintomas que demonstravam o agravamento da doença. Os últimos anos de vida foram marcados por muitas idas e vindas ao hospital, dando entrada nos setores de emergência e internação. Era uma corrida contra o tempo.

fb_img_1634435078083

“Matheus tinha muita vontade de viver e apesar do cansaço, lutou até o fim, ele tinha muitos planos…”

Falavam sobre uma possibilidade de correção do problema, na qual Matheus se apegou bastante, mas devido à complexidade e raridade do problema, isso era algo que foi ficando cada vez mais distante.

Em conjunto a todo este contexto, vivíamos em um cenário de pandemia, onde as coisas ficaram mais difíceis e, conforme o tempo passava, mais o problema se agravava. Infelizmente não deu tempo de realizar a cirurgia, Matheus faleceu em 08/09/2021, aos 31 anos de idade.

Matheus tinha muita vontade de viver e apesar do cansaço, lutou até o fim, ele tinha muitos planos… alguns ele conquistou ou pelo menos iniciou, mas outros não foram possíveis de se concretizar.

19059290_1734988823183309_5638007397289729308_n

“Ele detestava que as pessoas sentissem pena pela sua condição, costumava fazer brincadeiras em uma tentativa de amenizar as coisas e não deixar as pessoas preocupadas.”

Ele era (e continua sendo) muito amado por todos e, apesar de ser um pouco tímido, tinha o dom de fazer amizades com uma certa facilidade, assim como em transitar em diversos grupos de pessoas. Não havia quem conhecesse o Matheus que não gostasse dele. Fora que era bastante cuidadoso e preocupado, tinha um instinto protetor quando se tratava de quem ele amava.

Ele detestava que as pessoas sentissem pena pela sua condição, costumava fazer brincadeiras (às vezes de tom mórbido) em uma tentativa de amenizar as coisas e não deixar as pessoas preocupadas.

img_20210708_151950_535

“Ele sonhava em conseguir jogar bola ou tomar uma caneca de chá do Outback, sonhos simples, mas para ele que vivia com limitações era algo grandioso.”

Matheus amava cozinhar e tinha o sonho de ter seu próprio negócio na área. Durante a pandemia enquanto se encontrava afastado do trabalho formal, chegou a trabalhar informalmente em formato delivery e, com isso, viu que havia possibilidades de crescer no seu sonho. Sempre falava que quando fizesse a cirurgia e estivesse bem, abriria um food truck.

Em relação aos seus desejos finais, ele sonhava em conseguir jogar bola ou tomar uma caneca de chá do Outback… eram sonhos simples e banais para alguém saudável, mas para ele que vivia com limitações era algo grandioso.

img_20230108_230127_963

“Horas antes de partir conversamos longamente, me desejou felicidade e agradeceu por todo tempo que ficamos juntos. Me deixou como herança sua maior riqueza, seus livros.”

Matheus, de alguma forma, no seu íntimo, sabia que faleceria. Horas antes de partir conversamos longamente, me desejou felicidade e agradeceu por todo tempo que ficamos juntos. Me deixou como herança sua maior riqueza, seus livros… diversos mundos nos quais eu poderia conhece-lo mais e sempre lembrar dele.

Ele partiu, mas continua sempre ao meu lado, ele se comunica comigo e em um dos seus contatos, me disse que estava bem e que é meu protetor. Saber que ele está bem e vivo em algum lugar neste universo me traz conforto.”

img_20210612_081635_243

“Há lágrimas que precisamos derramar, há recomeços que precisam florescer de alguma forma dentro de nós.”

“Você foi a minha melhor surpresa, minha maior conquista.

Preencheu meu coração e meu ser com o melhor sentimento existente nesse mundo.

Você veio para fazer a diferença na minha vida, para fazer os meus dias melhores e para me dar o melhor sentimento do mundo, o amor!

Você me ensinou o que é o amor.

E de todas as lições que a vida está me ensinando, as principais são: há decisões que temos que tomar, há mudanças que precisam acontecer, há medos que devemos enfrentar, há solidões que devemos suportar, há lágrimas que precisamos derramar, há recomeços que precisam florescer de alguma forma dentro de nós.

Porque mesmo quando pensamos que não somos capazes de suportar algo, o tempo vai mostrando que somos mais fortes do que pensamos e mais corajosos do que imaginávamos ser.”

(Autoria: Mariana Macedo Doutel)

@marianadoutel

Sem comentários

Deixe um comentário